No Limite: Quem são os participantes e como o jogo funciona, confira

No Limite

Começou nesta terça-feira (11), o No Limite. Com apresentação de André Marques, o prêmio de R$ 500 mil é disputado por 16 ex-BBBs que enfrentarão uma série de desafios, como provas intensas, um sol escaldante, recursos limitados e a exaustão física e mental.

As gravações do reality show acontecem no Ceará na fictícia Praia Brava. A região é muito diversa, pois possui praia, falésia, dunas e áreas que lembram o deserto. Além de uma vegetação abundante. Ou seja, um prato cheio para as aventuras.

Os participantes

André (BBB13), Angélica (BBB15), Arcrebiano (BBB21), Ariadna (BBB11), Carol Peixinho (BBB19), Elana (BBB19), Gleici (BBB18), Gui Napolitano (BBB20), Iris Stefanelli (BBB7), Jéssica (BBB18), Kaysar (BBB18), Lucas Chumbo (BBB20), Mahmoud (BBB18), Marcelo Zulu (BBB4), Paula Amorim (BBB18) e Viegas (BBB18).

Provas

A cada ciclo da competição, o primeiro desafio que as equipes Carcará e Calango precisarão encarar é a Prova de Privilégios. Objetos de importância para a rotina deles, como sacos de dormir, facas ou até mesmo fósforos, podem ser conquistados pelo time que ganhar essa disputa.

Já na Prova da Imunidade, todo o grupo vencedor garante a permanência no reality por mais uma semana. Já a equipe perdedora deverá se preparar para dar adeus a um dos seus integrantes.

Eliminação

A equipe que perder a Prova da Imunidade viverá momentos de tensão ao conhecer o Portal de Eliminação. O local é onde cada um dos membros da tribo perdedora deverá escrever o seu voto em um pergaminho e depositá-lo em uma urna. O mais votado se despede da disputa.

Artigo anteriorPRÓXIMO ARTIGO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Íris faz comentário sobre prostituição em ‘No Limite’ e irrita Ariadna

ariadna iris

Os participantes de No Limite (TV Globo) também compartilham histórias de vida. Íris e Ariadna conversaram sobre momentos difíceis da sua vida. Então a loira teceu comentários que não agradou muito a amiga que teve uma vida complicada.

“Ontem a noite a Ariadna contou um pouco da vida dela. Uma vida muito difícil, foi de doer o coração. Aí hoje na discussão sobre prostituição de homens ou mulheres eu falei: ‘gente, a gente tem que tentar um caminho pra vida, menos arriscado. Tem que estudar, prestar concurso’”, diz Íris.

Ariadna, tentou cortar a colega: “Amiga, não julga. Eu botar currículo no emprego, não tinha segundo grau completo, não tinha nada. Você acha que fui pra onde pra não ser posta pra fora de casa? Lá pra esquina de onde eu morava. Eu tive opção? Eu não tive opção.” e Íris continua: “Você teve opção sim”.

Não amiga, eu não tive. Quando me olhavam com nome de homem e cara de mulher…“, disse Ariadna que foi interrompida: “Tá na sua cabeça, eu passei roupa pros outros…” e então a colega tentou explicar em vão sobre os privilégios: “Você é uma mulher branca, loira, cis dos olhos verdes”.

Para o público, Ariadna revelou: “Eu acho a Íris uma pessoa incrível, mas ela vive um pouco fora da realidade. O fato dela ter tido mais privilégios do que eu, talvez faça com que ela viva num mundo de fadas, que infelizmente essa não é minha realidade. Só o fato de ser uma mulher trans, me tira todos os privilégios. Acho muito chato ficar debatendo isso. Eu prefiro sair de perto, pra não ter problema porque eu gosto dela. Ela tem muito que aprender ainda”.

Globoplay suspende gravações após casos de Covid-19 e Multishow reforça restrições

Globosat

A artista em questão veio de Recife, mas ao desembarcar no Rio, inicialmente apresentou resultado negativo para a doença. No entanto, após nova testagem, foi diagnosticada com o novo coronavírus e, por conta disso, a produção correu para testar também os demais atores do elenco, principalmente os que dividiam cenas com ela.

‘As gravações da segunda temporada de Segunda Chamada foram temporariamente suspensas esta semana, em cumprimento ao nosso protocolo de segurança, após a confirmação de um caso de COVID-19’, informa a assessoria de imprensa da plataforma.

O canal Multishow segue com seus trabalhos, mas reforçando as restrições para conter o avanço da Covid-19 e assim, não atrapalhar a produção de seus conteúdos.

A emissora emitiu uma nota onde desmente informação em que uma funcionaria teria morrido devido complicações de Covid-19.

O Multishow informa que não procede a informação da morte de uma funcionária do canal, nem a suspeita de contaminação por variante indiana. Os trabalhos das produções que estão em andamento estão ocorrendo com todas as restrições que a pandemia impõe, com os devidos cuidados, que incluem testes de Covid regulares em toda a equipe – prática adotada por todo o mercado audiovisual. Não há, atualmente, nenhuma produção suspensa sem data de retorno.

Desde a retomada das gravações, o Multishow investiu todos os seus esforços na implementação de um protocolo de segurança definido por algumas das maiores empresas de biossegurança, e em conformidade com as diretrizes dos órgãos de saúde.

 

Most Popular Topics

Editor Picks